[Review] Headphones Surface, da Microsoft, são um pouco decepcionantes

[Review] Headphones Surface, da Microsoft, são um pouco decepcionantes

Vou começar dizendo algo importante sobre os headphones Microsoft Surface. Eles são bonitos demais, especialmente se você gosta da cor cinza. Vou dizer agora outras coisas: os recursos da Cortana foram um pouco frustrantes. O sistema de cancelamento de ruído é apenas bom. As conchas não são super confortáveis. E os headphones não têm um som lá muito bom. Porém, são um bom artigo de moda. “Olhem para mim”, dizem esses headphones, “eu sou um usuário fiel à Microsoft.”

Aquele fone de ouvido maneiro da Sony que cancela ruído agora cancela ainda mais ruído
[Review] Sony WH-1000XM2, um fone premium com cancelamento de ruído não tão caro

Não tem nenhum problema com isso. Os headphones Surface custam US$ 350 e têm alta qualidade e uma identidade visual que recorda a nova onda de hardwares da Microsoft. Além do acabamento em cinza, os fones de ouvido são robustos e elegantemente construídos com as mesmas linhas simples que vemos nos tablets Surface. O design na verdade me lembrou bastante os headphones chiques Beoplay H9i, que custam US$ 500.

Microsoft Surface Headphones

O que são?
Fones de ouvido sem fio com cancelamento de ruído equipado com a Cortana.

Preço
US$ 350

.

Curti
São lindos.

Não curti

Não funcionam muito bem e o som não é legal.

As coisas começaram a ficar menos interessantes ao usar os headphones Surface. As conchas parecem ter muito estofamento, deixando pouco espaço para suas orelhas. Os botões são difíceis de sentir, tornando difícil desligar o dispositivo ou ligar ou desligar o microfone da Cortana. Tem um recurso que permite que você mexa na parte de fora da concha para ajustar o volume e o grau de cancelamento de ruído, mas não existe um sinal de que isso está acontecendo. Então você precisa mexer nesse botão de volume sem ter um clique, um barulho ou alguma voz robótica dizendo que o volume foi ajustado.

Isso da falta de um sinal me chateou, pois os headphones Surface foram evidentemente pensados para ser um assistente pessoal que você veste. Os headphones se conectam com a Cortana em seu PC ou em seu smartphone, e lá você consegue dizer coisas como “ei, Cortana, quando vai acabar o inverno?” ou “ei, Cortana, toque rock para mim”. A inteligência artificial da Microsoft vai responder a essas questões e obedecer seus comandos. Se você não gosta da ideia de um microfone ativo a todo momento, você pode deixar a assistente muda pressionando quaisquer uma das conchas. Quando você ativa ela pela primeira vez, os headphones também dizem quantas horas de bateria ainda resta, o que talvez tenha sido um dos recursos mais úteis que já vi em fones de ouvido sem fio.

Você pode também adicionar usabilidade à lista de coisas que estão faltando ao aparelho. Simplesmente não consegui fazer os headphones funcionarem direito! É importante ressaltar que há duas formas de usar o dispositivo: utilizando como headphones Bluetooth convencionais ou como um assistente pessoal preso à sua cabeça. As duas são mutuamente exclusivas.

Como um headphone Bluetooth convencional, ele funciona bem — se conectou aos meus dispositivos e tocou as músicas solicitadas. Assim que comecei a introduzir a Cortana nas tarefas, aí as coisas começaram a complicar. Há um processo separado de pareamento do app da Cortana que funcionou para mim inicialmente quando eu conectei os headphones ao iPhone, mas aí os headphones tiveram problema de se conectarem a um tablet Surface. É esquisito dada a similaridade dos dispositivos, né?

Devo admitir que não entrei em contato com a equipe da Microsoft — posteriormente, o pessoal da empresa me disse que este comportamento não era esperado e que estão trabalhando para resolver.

Quando estou mexendo em algum aparelho novo, gosto de ter a mesma experiência que um usuário médio teria e, neste caso, este dispositivo me deixou bem nervoso e olha que testo um monte de fones de ouvido. Após uma conversa com o pessoal da empresa, algumas atualizações de software e algumas configurações, a Cortana finalmente funcionou bem com o aparelho. E a assistente funciona da mesma forma que rola no smartphone e o tablet Surface. Mas se você decidir comprar estes headphones, você terá de instalar um software especial para usá-lo com a Cortana.

O dispositivo da Microsoft funcionou com meu smartphone da Apple, mas não funcionou com um tablet da Microsoft. Ah! E quando a Cortana funcionava, eu poderia conectar a assistente virtual à minha conta do Spotify, mas quando eu pedia para a assistente tocar música, ela dizia que o Spotify ainda não era compatível. Fiquei imaginando se isso seria diferente se eu só usasse gadgets da Microsoft. Talvez ter conectado os fones de ouvido ao iPhone pode ter bagunçado tudo, e talvez era para eu só ficar com os aparelhos da gigante do software.

Apesar dos problemas, pelo menos, consegui usar o recurso de cancelamento de ruído. Mas acredite ou não, tem alguns problemas com este recurso. Ele não é bom. Mesmo quando comparado com outros, ele não é tão poderoso quanto o Bose QuietComfort ou a série Sony 1000x. Consegui ouvir meus colegas de trabalha enquanto os vestia, enquanto estes outros dispositivos que citei bloqueiam completamente o som.

A qualidade do som também poderia ser melhor. Os headphones Surface não são ruins. Eles só estão configurados de uma forma que achei desagradável para uma série de gêneros músicas. É como se alguém tivesse puxado a extremidade inferior dos médios e esmagado na extremidade dos agudos, fazendo com que a curva do equalizador tenha uma espécie de onda inchada. Isso traz riqueza aos vocais. Era quase como se eu estivesse sentado em um estúdio ouvindo “The Dock of The Bay”, de Otis Redding. No entanto, este sistema tira o brilho da guitarra acústica de “Solsbury Hill”, de Peter Gabriel. Vários desses headphones permitem que você ajuste o equalizador de acordo com o gosto de cada um, e essa opção teria sido uma boa para mim. Por ora, no entanto, o Surface Headphone não oferece qualquer controle via app do som fora o que consegue fazer (ou não fazer) com a Cortana.

É muito provável que os fones de ouvido da Microsoft fiquem melhor. A companhia é nova neste mercado e, no fim das contas, estes recursos podem ser adicionados via software. Um app de equalização poderia corrigir os problemas de qualidade de som. Uma atualização de firmware poderia corrigir os erros da Cortana. Aliás, uma pequena atualização também poderia adicionar algum tipo de feedback ao mexer nos controles de volume. Enfim, esses headphones poderiam ser melhores.

Por ora, eles são bons. O preço dele nos EUA, US$ 350, não, pois com este valor ele compete com os melhores fones de ouvido com cancelamento de ruído do mercado. Se você gosta da Microsoft, até imagino você comprando este tipo de aparelho. Talvez, inclusive, você não tenha tanto trabalho para fazer a Cortana funcionar bem como eu tive, pois eles devem funcionar melhor em um ecossistema de aparelhos Microsoft. Para o resto das pessoas, que estão procurando bons fones de cancelamento de ruído, é melhor dar uma olhada em outras opções.

Direito ao ponto

• Muito bonito.
• Meio que confortável
.
• O som é um pouco confuso
.
• A Cortana é um pouco temperamental
.
• Acho que não gostei muito deles.

Referencia

2018-11-25T11:20:06+00:00

Leave A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

This website uses cookies and third party services. Ok